Creme de Cambuci original chega ao mercado em parceria do Instituto Auá e Ecofresh

Confira como foi o lançamento da linha Raízes do Brasil na Feira APAS:

O novo Creme de Cambuci da linha Raízes do Brasil, da empresa Ecofresh, traz uma ampla notícia para o mercado de ingredientes brasileiros, revelando o potencial das frutas nativas em produtos minimamente processados e naturais. A parceria inédita com o Instituto Auá permitiu pela primeira vez o desenvolvimento de um produto processado com o fruto da Mata Atlântica ameaçado de extinção, em receita original que diversifica a matéria-prima nos alimentos e permite impactos socioambientais positivos para quem cultiva essas espécies.

Frutos como Açaí e Cupuaçu já fazem parte da linha Raízes do Brasil, que apresenta sabores da nossa biodiversidade com elevada concentração da polpa. Da mesma forma, o creme de Cambuci incorpora o paladar do fruto na receita, com menos gordura que um sorvete e pronto para ser consumido como sobremesa. Buscou-se aproveitar ao máximo as qualidades do fruto, com alto teor de vitamina C e fibras.

Para o Instituto Auá, o lançamento do Creme de Cambuci reforça o conceito de um novo ecomercado, em que os aspectos ambientais e sociais são considerados centrais no processo produtivo, implicando na conservação dos recursos naturais com respeito aos limites do meio ambiente.

“Apostamos em uma economia florestal que preserva a matéria-prima, assim a ideia por trás da venda do produto é realizar um trabalho de resgate do que é desconhecido pela população, conscientizando e fazendo as pessoas se preocuparem mais com o que vem da natureza”, ressalta André Mendes, diretor-superintendente da Ecofresh.

O trabalho de desenvolvimento do produto com a espécie nativa envolveu um longo processo de testes, que garantem a manutenção da qualidade no produto final. “Um dos maiores desafios é o armazenamento, é possível criar uma receita saborosa, mas depois é necessário testar a validade na câmara fria sem que haja alteração do gosto”, revela André.

Segundo Milton Martucelli, representante comercial do Instituto Auá, há um importante papel da indústria na criação de conhecimento sobre o uso de frutas nativas, conforme o ferramental da equipe técnica permite o desenvolvimento de produtos com qualidades inéditas.

Na outra ponta, o Instituto Auá vem trabalhando no contexto do Arranjo Produtivo Sustentável da Rota do Cambuci, em que os pequenos produtores da região da Serra do Mar cultivam e armazenam o fruto, para venda na forma congelada e, mais recentemente, na forma de polpa beneficiada pelo Instituto. Com isso, explica-se o valor agregado das nativas, com impactos direto na economia local das comunidades produtoras e sua relação com a paisagem da Mata Atlântica.

Saiba mais em:  www.ecofresh.com.br
Esse produto é vendido em diversos supermercados.
Para saber o ponto mais próximo a você, basta ligar para a Ecofresh no 11 3173-6470 ou escrever para o email contato@ecofresh.com.br


Confira como foi o lançamento da linha Raízes do Brasil na Feira APAS:

Feira APAS 2017

 

2 Responses to Creme de Cambuci original chega ao mercado em parceria do Instituto Auá e Ecofresh

  1. Como faz esse creme de Cambuci?

    • Julia Teruya

      Olá, Ronie. Tudo bem?

      Este creme foi desenvolvido pela Ecofresh e não temos a receita.
      Caso seja do seu interesse, entre em contato com o Empório Mata Atlântica para adquirir o Creme de Cambuci: emporiomataatlantica@aua.org.br

      Agradecemos o seu contato!

      Abraços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *