Arca do Gosto tem novo livro com 200 produtos da biodiversidade brasileira

 

Com o mote “Cozinha Tropicalista, o grito de liberdade da gastronomia brasileira”, o evento MESA SP que aconteceu no final de outubro deste ano em São Paulo, recebeu o presidente do Slow Food Internacional, Carlo Petrini, para uma série de atividades diferenciadas. Especialmente no dia 26 de outubro, ele lançou uma publicação de valor especial para os brasileiros, o novo livro do movimento “A Arca do Gosto no Brasil. Alimentos, conhecimentos e histórias do patrimônio gastronômico”.

A obra nos permite desvendar os usos gastronômicos de de 200 produtos da biodiversidade agroalimentar brasileira em risco de desaparecimento. E espécies como o Cambuci têm destaque, como todo seu potencial como símbolo da biodiversidade para uma nova economia sustentável.

A publicação do livro, realizada pelo Slow Food e a Universidade de Ciências Gastronômicas de Pollenzo, foi possível devido à contribuição da rede brasileira do Slow Food e do projeto “Alimentos Bons, Limpos e Justos: Ampliação e Qualificação da Participação da Agricultura Familiar Brasileira no Movimento Slow Food”, que mapeou e catalogou os produtos descritos no livro.

Petrini defende que a alimentação vai muito além da saciedade ou do prazer em comer, já a escolha do que se come é um ato político. “Conhecer a origem dos alimentos e a forma como chegaram à mesa é também uma forma de incentivar os pequenos produtores e fomentar a economia e a tradição de uma região”, diz.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *